VOTA
VOTE!!
http://www.ituga.com/

DO QUE SE ALIMENTAM....

 :: 

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

DO QUE SE ALIMENTAM....

Mensagem  Admin em Sab Maio 02, 2009 8:01 pm

Foi devido à adaptação a vários regimes alimentares que as aves conseguiram colonizar todas as partes do globo.
Muitas aves são vegetarianas comendo raízes, tubérculos, ervas, rebentos, frutos, pólen e até mesmo seiva de plantas. Os flamingos comem algas. Algumas aves são nectarívoros (alimentam-se de néctar como o colibri), Outras são frugívoras (alimentam-se de frutos como o tucano), muitas delas são granívoras alimentando-se de sementes. Algumas aves como a andorinha alimentam-se de insetos que apanham em pleno vôo.
Algumas aves são "ladrões" profissionais comendo ovos de outras aves. Também um grande número de aves de rapina se alimenta de outras aves.
Os abutres comem carcaças de animais mortos (são decompositores) e o quebra-ossos alimenta-se principalmente dos restos que consegue retirar dos ossos deixando-os cair de grande altitude.
Há ainda aves capazes de se adaptarem a vários regimes alimentares como a gaivota e a pega. Comem praticamente tudo e é até possível vê-las a procurar alimento nas lixeiras ou a saquear os ninhos das suas companheiras.

O CARDÁPIO DAS AVES

A maioria das aves se alimentam de plantas e sementes, elas têm de trituras os alimentos para digeri-los. Como estas não possuem dentes, usam o bico e valem também de sua poderosa moela, é uma bolsa do aparelho digestivo que mói os alimentos mais indigestos.

TECELÃO DE BICO VERMELHO

É a ave selvagem mais numerosa do mundo, essas habitam a África, e todas elas buscam sementes, do que se alimentam. Para se reproduzirem, se espanta a facilidade, pois do todo que se alimentam de sementes,, ervas, néctar, insetos, larvas e muitos outros compõe a sua dieta.

ESPECIALISTAS EM SEMENTES

Os pássaros granívoros, cujo número ultrapassa mais de 150 espécies, tem bicos curtos e afiados para quebrar sementes e cascas secas-- alguns até mais fortes que a mão da gente.

POMBAS

As pombas e rolas antigamente comiam folhas e sementes de plantas silvestres; agora podem se alimentar também de cultivadas. E, caso único, sugam a água sem levantar a cabeça para engoli-la.

DIETA DE INVERNO

Aves como faisões e o tetraz-orugalo do norte da Europa comem qualquer alimento vegetal disponível, embora prefiram sementes. No inverno europeu, o tetraz-orugalo sobrevive as folhas resistentes coníferas, puxando a ponta dos ramos com o auxílio do seu grande e poderoso bico.

DELÍCIA DE INSETOS

Nas regiões do mundo onde têm estações bem definidas, na primava, aumenta muito o número de de insetos e outros invertebrados. Esses animais são o sustento de dezenas de espécies de aves migratórias. No inverno, quando os alimentos se tornam mais difíceis de encontrar, as aves especializadas em comer insetos tem de procurar larvas nos troncos de aves e no solo.

COMO UMA LANÇA

Aves de bicos longos como as poupas e os pica-paus conseguem procurar insetos e vermes nas fendas dos troncos das árvores e no solo. Sua língua tem extremidades duras e pontiagudas que servem para atravessar e trazer as presas.

DELICADAMENTE

Existem muitos passarinhos de belo canto que se valem de seu delicado e fino bico para apanhar insetos que vivem em folhas e cascas de árvores.

REQUINTADOS

Além de muitos animais e vegetais, alguns sabiás gostam de caracóis, que esmagam numa pedra.

CORUJAS

As minhocas não são só alimentos de passarinhos de jardim, mas também de corujas de rapina.

COMENDO NA PRAIA

Embora não haja muitos insetos na água salgada, a orla mantém ao longo do ano um cardápio fixo de invertebrados para aves: caranguejos, moluscos e vermes.

COMO UM ARRASTÃO

A avoceta é uma das poucas aves com o bico curvado para cima. Caça vermes e outras presas balançando a cabeça de um lado para o outro.

AS MARTELADAS

O ostraceiro é um animal que se alimenta de animais de concha dura do litoral. Tem bico longo como o da avoceta, mas em vez de terminar em pinça, acaba abruptamente. Com este "instrumento" o ostraceiro pode esmagar as conchas que encontra. Alguns preferem abri-las e parecem saber perfeitamente onde estão seus pontos fracos. Se a concha está na areia, o ostraceiro a leva a uma pedra, onde terá mais condições de arrombá-la.

CAÇADORAS PESCADORAS E OUTRAS



APRECIADORAS DE CARNE

Aves que comem carne de animais maiores como mamíferos e peixes, tem duas formas diferentes de caçar: as pescadoras, em sua maioria, costumam usar apenas o bico, já as aves de rapina seguram a presa com as suas garras e a dilaceram com o bico.

FORA E DENTRO DA ÁGUA

O alcatraz deixa-se cair na água de alturas de mais de 30 metros, depois de localizar um cardume, fica debaixo d'água apenas alguns momentos. Já os biguás conseguem perseguir os peixes debaixo d'água, pois suas pernas não retêm e lhes permitem nadar velozmente.

NA SURDINA

A garça-cinzenta pesca em silêncio, imóvel, até que o peixe fique ao alcance de seu longo bico afiado.

PLANTÃO 24:00 DE CAÇA

Em geral, as corujas e as aves de rapina como a harpia e o gavião agem em 2 equipes que se revezam, caçando roedores e alguns mamíferos de uma mesma região durante 24 horas. Algumas corujas caçam de dia, mas nenhum gavião caça a noite.

OS CURIOSOS CORVOS

Os corvos e demais membros de sua família são comedores que não se dispersam quase nada. Insetos, aves mortas, pequenos mamíferos vivos, vermes e sementes, tudo cabe em sua dieta. A poucas lugares em que o corvo não aparece para explorar, confiante na força e movido por uma imensa curiosidade, até o que não interessa ele leva para examinar.

_________________

Admin
Admin
Admin

Mensagens: 659
Data de inscrição: 31/10/2008
Idade: 55
Localização: Paris

Ver perfil do usuário http://www.forumemigrante.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 :: 

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum